O peido sem cheiro...

A senhora chega no consultório, meio cabisbaixa, senta-se na cadeira em frente ao médico e fica calada, sem graça.

Doutor: Pois não senhora, o que a trás aqui?

Senhora: Sabe o que é,doutor? É que estou com um probleminha... Na verdade nem sei se chega a ser um problema, mas, como é um pouco estranho, resolvi vir aqui me consultar.

Doutor: Sim?

Senhora: Sabe, doutor, eu tenho peidado muito... a toda hora. Mas não fede, não tem cheiro... Quer ver?!

E a senhora lasca um peido no meio do consultório...

Senhora: Viu? Não cheirou, não fez barulho... mas, como tenho peidado muito...

Doutor: Faça o seguinte minha senhora, tome este remédio, três vezes ao dia, e volte aqui semana que vem.

Na semana seguinte a senhora voltou possessa ao consultório e, expulsando a paciente que estava sendo atendida da sala do médico esbravejou:

Senhora: Pô, doutor, sacanagem!!! Tudo bem, admito, eu estava peidando muito. Só que não incomodava ninguém; não fedia, não fazia barulho... Agora, depois que o senhor me passou o remédio meus peidos fedem pra caramba!!! Quer ver?

E a senhora lascou outro peido no consultório...

Senhora: Minha Nossa Senhora!!! Credo! Quanta fedentina! Como fica, doutor, o que o senhor pretender fazer?!

Doutor: Bem, minha senhora, vou passar um remédio para seus ouvidos, porque o nariz já está curado...